Governo quer securitizar cerca de R$60 bi da dívida ativa para gerar receitas, diz ministro

quinta-feira, 14 de julho de 2016 17:10 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro interino do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou nesta quinta-feira que o governo quer securitizar parte da sua dívida ativa, em torno de 60 bilhões de reais, a fim de melhorar as receitas dentro do esforço fiscal.

Após reunião no Tribunal de Contas da União (TCU) nesta tarde, que contou ainda com a presença do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, Oliveira explicou que o estudo buscará definir características claras para que a operação não seja caracterizada como crédito.

(Por Marcela Ayres; Texto de Patrícia Duarte)