Distratos menores reduzem pressão sobre vendas da MRV no 2º tri

quinta-feira, 14 de julho de 2016 19:28 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A MRV Engenharia teve forte redução dos cancelamentos de contratos no segundo trimestre, diminuindo a pressão sobre as vendas, enquanto os lançamentos subiram, especialmente em cidades de médio e grande portes onde o estoque é baixo.

A empresa informou nesta quinta-feira que teve vendas contratadas de 1,355 bilhão de reais no período, recuo de 5,5 por cento na comparação anual. No semestre, as vendas somaram 2,6 bilhões de reais, recuo ano a ano de 7,6 por cento.

No primeiro trimestre, o recuo das vendas tinha sido de 9,8 por cento em relação ao mesmo período em 2015

A MRV concluiu no ano passado o sistema de vendas simultânea, que condiciona o fechamento do contrato à aprovação do crédito, o que no segundo trimestre se traduziu em redução de 27,1 por cento nos distratos na comparação anual.

"As vendas vêm caindo a partir do meio de 2014. Agora, com as vendas simultâneas, a gente conseguiu recuperar as vendas", disse o copresidente da companhia, Rafael Menin.

Segundo ele, ainda há um estoque de empreendimentos vendidos fora deste sistema que ainda vai se refletir em distrato acima de 20 por cento das vendas brutas. "Em 2017 com certeza os distratos vão ficar abaixo de 20 por cento", afirmou Menin.

A partir do segundo trimestre, a MRV lançou um volume "um pouco maior" nas cidades de médio e grande portes, em que não havia um estoque relevante como Belo Horizonte, Curitiba e Salvador, segundo o executivo.

"Nos últimos dois anos, gastamos 450 milhões de reais em terrenos e este ano serão 300 milhões. O objetivo é atender uma demanda forte que hoje não está sendo atendida nem pela MRV nem pela concorrência", afirmou.

Os lançamentos no segundo trimestre subiram 3,2 por cento, a 1,123 bilhão de reais. No acumulado do ano, os lançamentos cresceram 3,5 por cento sobre 2015, a 2,096 bilhões de reais.   Continuação...