Henrique Machado, com passagens por BC e CMN, é nomeado diretor da CVM

sexta-feira, 15 de julho de 2016 10:36 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O bacharel em Direito Henrique Machado foi nomeado pelo presidente interino Michel Temer como diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para ocupar uma cadeira do colegiado do regulador do mercado de capitais brasileiro que estava vaga há meses.

Machado teve sua nomeação publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira, após ter seu nome para a CVM aprovado pelo Senado. Ele cumprirá mandato até 31 de dezembro de 2020.

Segundo a CVM, o novo diretor é pós-graduado em Direito Público pelo Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP) e em Direito Econômico da Regulação Financeira pela Universidade de Brasília (UnB).

Ele atuou como membro da carreira de procurador e secretário da diretoria colegiada do Banco Central e como secretário do Conselho Monetário Nacional (CMN) e da Comissão da Moeda e do Crédito. Também foi secretário-executivo do Comitê de Regulação e Fiscalização dos Mercados Financeiro, de Capitais, de Seguros, de Previdência e Capitalização e da Comissão de Ética do BC, além de secretário-executivo adjunto da autoridade monetária.