Tempo seco impulsiona moagem de cana no centro-sul na 2ª quinzena de junho

sexta-feira, 15 de julho de 2016 11:16 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A moagem de cana pelas usinas do centro-sul do Brasil recuperou o ritmo na segunda metade de junho, devido ao tempo seco, e atingiu 47,89 milhões de toneladas, 85 por cento acima do volume da quinzena anterior, informou nesta sexta-feira a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

No início do mês o diretor-técnico da entidade, Antonio de Padua Rodrigues, já havia adiantado que o processamento no fim de junho tinha alcançado cerca de 47 milhões de toneladas, com a ajuda de condições climáticas bastante favoráveis.

Os trabalhos das usinas havia sido prejudicado por chuvas no início do mês passado.

A produção de açúcar na segunda quinzena de junho atingiu 2,79 milhões de toneladas, alta de 132 por cento ante a primeira parte do mês.

A produção de etanol, na mesma comparação, subiu 80 por cento para 1,93 bilhão de litros.

No acumulado da safra, os números da Unica confirmam que as usinas estão priorizando a produção de açúcar, em meio a uma alta acumulada de mais de 50 por cento nas cotações internacionais nos últimos 12 meses.

Desde o início da temporada 2016/17, o centro-sul já processou 214,6 milhões de toneladas de cana, alta de 9,6 por cento ante mesmo período de 2015/16.

No mesmo intervalo, a produção de açúcar registra aumento de 19,9 por cento, enquanto a de etanol subiu 5,49 por cento.

A Unica informou ainda que na segunda metade de junho, 271 unidades produtoras estavam em operação na região centro-sul, ante 275 em comparação ao mesmo período da safra anterior.   Continuação...