Produção diária de aço da China atinge recorde em junho

sexta-feira, 15 de julho de 2016 12:42 BRT
 

XANGAI (Reuters) - A produção diária média de aço da China atingiu um recorde de 2,316 milhões de toneladas em junho, segundo dados divulgados pelo governo nesta sexta-feira, impulsionada por aumentos de preços e demanda firme.

Uma retomada da produção chinesa acontece em um momento em que o país está sendo criticado por rivais globais por despejar aço barato no mercado mundial. A China, entretanto, tem negado isso, afirmando que suas usinas são mais eficientes e desfrutam de custos muito menores que suas rivais internacionais.

A produção total de aço da China em junho subiu 1,7 por cento sobre um ano antes, para 69,47 milhões de toneladas. Porém, no acumulado do primeiro semestre, a produção recuou 1,1 por cento na mesma comparação, para 399,56 milhões de toneladas.

O pico anterior de média de produção diária ocorreu em abril, a 2,314 milhões de toneladas, segundo cálculos da Reuters com base nos dados da agência nacional de estatísticas da China.

"A produção diária foi surpreendente, apesar de já estarmos esperando que a produção seguisse alta uma vez que as usinas estão lucrativas. A produção de aço deve se manter em nívels elevados em julho, apoiada pela demanda", disse Yu Yang, analista da Shenyin & Wanguo Futures em Xangai.

Os preços do aço, que acumulam alta de 45 por cento neste ano, subiram 15 por cento em junho, o que motivou a produção maior das usinas chinesas. Estoques menores da liga também sugerem que o consumo segue firme.

Em junho, as exportações de aço da China atingiram o segundo maior nível já registrado, alcançando 10,94 milhões de toneladas. No primeiro semestre, as vendas externas da liga pelo país subiram 9 por cento sobre um ano antes, para 57,12 milhões de toneladas.