Bank of America tem queda de 19% no lucro do 2o tri com alta em provisões

segunda-feira, 18 de julho de 2016 08:22 BRT
 

(Reuters) - O Bank of America, segundo maior banco dos Estados Unidos em ativos, teve queda de 19,4 por cento no lucro do segundo trimestre, pressionado por maiores provisões para perdas com crédito e menores ganhos com empréstimos.

O lucro líquido atribuível aos detentores de ações ordinárias do banco caiu a 3,87 bilhões de dólares, ou 0,36 dólar por ação, ante 4,80 bilhões de dólares, ou 0,43 dólar por papel, um ano antes.

As provisões para perdas com crédito subiram 25 por cento, para 976 milhões de dólares e a receita líquida com juros recuou 12 por cento, para 9,2 bilhões de dólares.

Analistas, em média, esperavam lucro de 0,33 dólar por ação, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S. Não ficou imediatamente claro se os números são comparáveis.

O mercado já esperava que o Bank of America, comandado pelo presidente-executivo Brian Moynihan, apresentasse um dos piores resultados do setor no trimestre, em parte por causa de sua grande exposição à indústria de energia.

Dos outros grandes bancos dos EUA que já divulgaram resultados de segundo trimestre, o lucro do JPMorgan caiu 1,6 por cento, o Citigroup teve queda de 14 por cento e o Wells Fargo de 3,5 por cento.

(Por Sruthi Shankar em Bangalore e Dan Freed em Nova York)