Geadas e temperaturas negativas atingem áreas agrícolas no Sul do Brasil

segunda-feira, 18 de julho de 2016 10:11 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A segunda-feira começou com formação de geadas em diversas regiões do Sul do Brasil, com possibilidade de danos a lavouras de trigo no oeste do Paraná, disse o agrometeorologista Marco Antônio dos Santos, da Somar Meteorologia.

"Ainda é muito cedo para receber relatos de perdas", ponderou o especialista, em relatório.

Segundo o Simepar, instituto de meteorologia ligado à Universidade Federal do Paraná, "temperaturas negativas são registradas em várias cidades do Estado" na manhã desta segunda-feira.

"Há grande possibilidade de que lavouras de trigo tenham sido afetadas, já que na região oeste paranaense mais de 6 por cento das lavouras já se encontram na fase de florescimento, fase essa bastante suscetível a geadas", destacou Santos.

Também houve condições para geadas no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, mas as plantações de inverno nestes Estados não estão em fases de desenvolvimento que possam ser comprometidas pelas baixas temperaturas.

"Não há registros, pelo menos até o momento, de danos em culturas de café e de cana de açúcar", afirmou Santos, referindo-se a culturas que predominam no norte do Paraná, São Paulo e Minas Gerais.

Segundo o Simepar, a terça-feira ainda terá temperaturas muito baixas no Paraná, com registro de geada moderada nas regiões em parte da região sudoeste, centro-sul e nos Campos Gerais e de fraca intensidade em parte do oeste, sudoeste, no sul da região nordeste.

(Por Gustavo Bonato)