Geada inesperada atinge áreas de café no Sudeste do Brasil

segunda-feira, 18 de julho de 2016 13:24 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Uma geada moderada surpreendeu produtores em diversas regiões do cinturão cafeeiro do Brasil na manhã desta segunda-feira, onde poderá haver prejuízos à safra de 2017, disse o engenheiro agrônomo André Alvarenga da Fundação Procafé.

O grau de danos causados pela geada nos pés de café, que são altamente vulneráveis a temperaturas perto de zero, será perceptível apenas dentro de alguns dias, disse ele.

Contudo, ele afirmou que espera que algumas áreas sofram perda de produtividade.

"Nós não estávamos esperando. Tanto produtores de áreas mais altas quanto produtores de baixadas foram atingidos", afirmou. "Nós vamos acompanhar no campo nos próximos dias, para avaliar os estragos."

Alvarenga disse que a região da Mogiana em São Paulo e o sul da região do Cerrado Mineiro foram as mais afetadas, mas geadas também foram registradas em diversas áreas do Sul de Minas e em regiões isoladas do Paraná.

Imagens que circulam em redes sociais mostram as extremidades dos ramos de pés de café com nível moderado de geada cobrindo os novos brotos, que serão a base para a colheita do ano que vem.

A geada pode fazer com que as folhas dos cafezais morram, reduzindo o potencial produtivo da próxima safra.

A atual colheita, que está na metade, não será afetada, já que os grãos estão completamente desenvolvidos.

Os preços do café na bolsa de Nova York, que habitualmente sobem com notícias de geadas no Brasil, tinham alta de 1 por cento por volta das 13:00 nesta segunda-feira.

(Por Reese Ewing)