July 18, 2016 / 8:27 PM / a year ago

Dólar segue exterior e tem leve queda ante real após tentativa fracassada de golpe na Turquia

3 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em leve queda frente ao real nesta segunda-feira, acompanhando os mercados externos, com investidores avaliando que os impactos da tentativa fracassada de golpe na Turquia sobre mercados emergentes devem ser limitados.

O dólar recuou 0,08 por cento, a 3,2517 reais na venda, após fechar em queda nos quatro pregões anteriores e acumular desvalorização de 1,68 por cento no período. A moeda norte-americana chegou a 3,2748 reais na máxima do dia e 3,2473 reais na mínima.

O dólar futuro, que havia reagindo com força na sexta-feira às preocupações com a Turquia, recuava 1 por cento no fim desta tarde.

"Após a semana passada terminar de forma um pouco tensa, os mercados se comportaram com mais calma hoje conforme a situação na Turquia se estabilizou", disse o estrategista para a América Latina do banco Scotiabank, Eduardo Suarez.

No fim da tarde de sexta-feira, militares turcos disseram ter tomado o poder no país, provocando forte aversão a risco nos mercados globais.

O anúncio aconteceu com a maioria dos mercados brasileiros fechados, mas o dólar futuro reagiu com força e subiu a 3,30 reais, com alta de cerca de 1 por cento.

A tentativa de golpe foi mal-sucedida, porém, após multidões responderem ao apelo do Presidente Tayyip Erdogan para tomar as ruas e dezenas de rebeldes abandonaram seus tanques.

Com isso, o dólar perdeu terreno nesta sessão frente às moedas que sofreram na sessão passada, como os pesos chileno e mexicano. O movimento resistiu até mesmo à queda do petróleo, que costuma provocar vendas de moedas de países ligados a commodities.

No Brasil, o dólar à vista chegou a esboçar altas mais firmes durante a sessão em movimento de realização de lucros após quatro dias de queda, mas terminou o dia em leve baixa.

"A tendência geral do dia é de queda (do dólar), tanto aqui quanto lá fora. Essas altas que vimos ao longo da sessão são só ajustes pequenos, pontuais", disse o operador da corretora Spinelli José Carlos Amado.

No cenário local, investidores deram um respiro em meio ao recesso branco do Congresso, que tirava do foco principal o cenário político. "O mercado pode dar uma pausa, deixar um pouco de lado o caderno de política", disse o operador de uma corretora internacional.

Operadores aguardavam ainda a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) desta semana, para a qual a expectativa é de que o Banco Central mantenha a Selic nos atuais 14,25 por cento.

O BC novamente vendeu 10 mil swaps reversos, que equivalem a compra futura de dólares, em leilão pela manhã. A autoridade monetária realizou operações idênticas a essa em todos os pregões deste mês exceto um.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below