Bovespa sobe 1,63% e fecha na máxima desde maio de 2015; Petrobras PN sobe 4,8%

segunda-feira, 18 de julho de 2016 17:51 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou em alta nesta segunda-feira pela nona sessão seguida, superando os 56 mil pontos, ajudado pela forte alta das ações da Petrobras e tom positivo em Wall Street.

Notícias ligadas à atividade de fusão e aquisição também repercutiram na bolsa brasileira nesta sessão, que ainda teve o com giro financeiro inflado pelo vencimento dos contratos de opções sobre ações.

O Ibovespa subiu 1,63 por cento, a 56.484 pontos, máxima de fechamento desde 15 de maio de 2015. O volume financeiro somou 9,8 bilhões de reais, incluindo o giro do exercício de opções de 2,6 bilhões de reais.

A série de nove altas, com ganho acumulado de 8,95 por cento, iguala-se à sequência positiva registrada em outubro de 2015. A última vez que o Ibovespa teve mais altas consecutivas foi entre julho e agosto de 2010, com 11 sessões seguidas no azul.

No exterior, as commodities começaram a semana em queda mas, em Nova York, o índice S&P 500 subiu 0,24 por cento, renovando máxima recorde, apoiado em resultados corporativos e aquisição no setor de tecnologia.

DESTAQUES

  Continuação...