CCEE autoriza 3 comercializadoras de energia a atuar em mercado de varejo

quarta-feira, 20 de julho de 2016 14:51 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Três comercializadoras de energia elétrica --Comerc Power, CPFL Brasil e Ekce, do grupo Elektro-- receberam autorização para atuar no mercado de varejo, atendendo clientes de médio porte como pequenas indústrias e centros comerciais em condições especiais, afirmou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Com isso, essas empresas poderão negociar energia com clientes no mercado livre, no qual grandes consumidores negociam contratos diretamente com geradores e comercializadores, sem que o comprador precise passar por um complexo e burocrático cadastro na CCEE.

Esse novo modelo de negociação de energia é conhecido no mercado como "comercializador varejista".

"A nova modalidade de comercialização simplifica e diminui o custo da operação para os consumidores, uma vez que o modelo tradicional desestimula a migração e a operação das empresas de menor porte para o mercado livre", afirmou em nota o diretor de mercado da CPFL Brasil, Daniel Marrocos.

Segundo ele, a CPFL vê um potencial de mercado de até 5 mil megawatts médios para a venda de energia renovável a clientes no mercado livre.

A companhia pretende atuar no segmento em parceria com sua coligada CPFL Renováveis, que possui usinas eólicas, à biomassa e pequenas hidrelétricas que poderão fornecer a energia a ser vendida aos clientes da comercializadora.

Segundo a CCEE, há mais duas empresas com processos em andamento para criar seus comercializadores varejistas de eletricidade.

(Por Luciano Costa)