20 de Julho de 2016 / às 20:02 / um ano atrás

Dólar cai 0,32% ante real, em dia de agenda fraca

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em queda frente ao real nesta quarta-feira, após oscilar entre leves altas e baixas durante boa parte da sessão em um dia de movimentos mistos nos mercados cambiais externos, com investidores aguardando pistas sobre os próximos passos da política econômica no Brasil.

O dólar recuou 0,32 por cento, a 3,2486 reais na venda, após fechar em alta de 0,22 por cento na sessão anterior.

A moeda norte-americana chegou a 3,2640 reais na máxima e a 3,2393 reais na mínima do dia. O dólar futuro tinha leve queda de 0,06 por cento no fim da tarde.

"O mercado está mais quieto e a agenda está mais vazia. É melhor sentar e esperar", disse o operador da corretora B&T Marcos Trabbold.

No cenário local, o marasmo de notícias no front político por conta do recesso parlamentar manteve o foco sobre qual serão as medidas adotadas pelo presidente interino Michel Temer para conter os gastos públicos e estimular a economia brasileira.

"O foco agora está nas medidas que o governo pode anunciar daqui para frente. Cada vez mais é necessário que a confiança que o mercado deu para o governo seja sancionada por medidas concretas", disse o operador de uma corretora internacional, referindo-se ao otimismo que o mercado vem demonstrando com o governo.

Um sinal disso pode ter sido dado na semana passada, quando o país registrou entrada líquida de 1,109 bilhão de dólares pelo fluxo cambial, com saldos positivos tanto na conta comercial quanto na financeira, segundo dados do Banco Central. Nas semanas anteriores, houve saída líquida.

Os investidores também trabalharam sob a expectativa com a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC, a primeira sob o comando de Ilan Goldfajn, e que será conhecida nesta noite.

Operadores esperavam que a Selic seja mantida em 14,25 por cento, mas buscarão no comunicado --que virá sob novo formato-- indicações sobre quando a taxa básica de juros começará a cair.

O BC mais uma vez vendeu nesta manhã 10 mil swaps reversos, que equivalem a compra futura de dólares, repetindo a operação que realizou em todos os pregões neste mês exceto um.

No exterior, após uma sessão de pressão na véspera, investidores mostravam alguma tranquilidade nesta manhã. Ainda assim, o dólar avançava frente a algumas moedas emergentes em meio a expectativas de altas de juros nos Estados Unidos neste ano.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below