Safra recorde russa pode desencadear revisão da taxa de exportação, diz analista

sexta-feira, 22 de julho de 2016 16:09 BRT
 

(Reuters) - A Rússia pode ter que rever sua taxa de exportação de trigo e reduzir preços para seu programa estatal de compras, dada uma colheita recorde, disse a consultoria de agricultura SovEcon nesta sexta-feira.

A Rússia, grande exportadora global de trigo, obteve uma safra recorde em 2015/16, encerrada em 30 de junho, e terá mais para exportar em 2016/17, quando é esperada a maior colheita na história pós-soviética.

"A Rússia precisa acelerar a exportação de grãos", disse a SovEcon, importante consultoria agrícola de Moscou, em relatório.

De acordo com dados aduaneiros, a Rússia exportou 34,4 milhões de toneladas de grãos em 2015/16. Incluindo os abastecimentos à Armênia, Belarus, Cazaquistão e Quirguistão, as exportações russas totalizaram 35 milhões de toneladas, incluindo 25 milhões de toneladas de trigo, disse a SovEcon. Suas estimativas incluem farinha.

A consultoria estima o excedente exportável de grãos da Rússia para 2016/17 em 37 milhões de toneladas, com uma colheita recorde de grãos de 109 milhões de toneladas, incluíndo 66 milhões de toneladas de trigo.

"O governo pode ter que cancelar a taxa de exportação de trigo e reduzir os preços para intervenções estatais cumprirem esse excedente exportável," acrescentou.

(Por Polina Devitt)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))

    REUTERS LM RS