Reino Unido precisará de meses antes de negociar saída da UE, diz Juncker, da UE

segunda-feira, 25 de julho de 2016 09:27 BRT
 

PARIS (Reuters) - O Reino Unido vai precisar de meses de preparação antes que as negociações sobre a saída da União Europeia possam começar, disse nesta segunda-feira o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, repreendendo o governo em Londres por não se preparar melhor para a possibilidade de um voto pela saída.

Juncker, que também confirmou que o Reino Unido perderá o acesso irrestrito ao mercado interno da União Europeia se não aceitar a livre circulação dos trabalhadores, disse que sua preferência teria sido de que as negociações sobre a saída britânica começassem o mais cedo possível.

"(Mas) esse não é o caso. O governo britânico precisa de muitos meses para ajustar sua posição", disse Juncker à emissora de televisão France 2.

A nova primeira-ministra britânica, Theresa May, disse a Juncker em meados de julho que o Reino Unido espera manter negociações positivas com a UE após o resultado do referendo 23 de junho, mas que precisa de tempo para se preparar para as negociações.

Juncker disse que não há prazo, uma vez que o artigo 50 do Tratado da UE, que especifica os procedimentos de saída, só pode ser ativado pelo Reino Unido.

(Por Geert De Clercq)