Petrobras prevê plano de demissão voluntária para BR Distribuidora e outras unidades

segunda-feira, 25 de julho de 2016 20:39 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Diretoria Executiva da Petrobras enviou ao Conselho de Administração da estatal uma proposta para a implantação de planos de demissão voluntária na BR Distribuidora e em outras unidades da empresa que estão no processo de desinvestimentos, informou a assessoria de imprensa da petroleira nesta segunda-feira.

Segundo a assessoria, ainda não há data para aprovação ou implementação do plano, assim como não foram definidos valores, o perfil do programa, prazos de adesão, entre outros detalhes.

A Petrobras comentou o assunto após nota do colunista Lauro Jardim sobre o assunto.

A proposta seria mais uma forma de reduzir custos da estatal, que enfrenta uma crise financeira e elevado endividamento e um cenário de preços relativamente mais fracos do petróleo.

Segundo a assessoria, o plano de demissão voluntária para trabalhadores da BR Distribuidora e de outras unidades em processo de desinvestimento --como ativos de energia, terminais de gás natural liquefeito, além de unidades de gasodutos-- teria regras diferentes das de um PDV anunciado em abril para funcionários da estatal, que teria uma economia esperada da ordem de 33 bilhões de reais até 2020.

A BR Distribuidora, denominada formalmente Petrobras Distribuidora, teve seu modelo de desinvestimento alterado na última semana.

No novo modelo de venda da BR, anunciado na última sexta-feira, há previsão de uma estrutura societária que envolverá as classes de ações ordinárias e preferenciais, de forma que a Petrobras permaneça majoritária no capital total, mas com uma participação de 49 por cento no capital votante.

(Por Roberto Samora)