Mercado chinês tem pior dia em 6 semanas; Japão lidera ganhos no restante da Ásia

quarta-feira, 27 de julho de 2016 07:49 BRT
 

XANGAI/HONG KONG (Reuters) - As bolsas chinesas fecharam com queda nesta quarta-feira, com os principais índices sofrendo as piores perdas diárias em seis semanas, depois que investidores optara por vender seus papéis diante de preocupações de que mudanças regulatórias estariam a caminho.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve queda de 1,57 por cento, enquanto o índice de Xangai recuou 1,94 por cento. Ambos chegaram a ter perdas de 3 por cento durante a sessão.

Analistas citaram uma reunião em Pequim na terça-feira na qual autoridades alertaram para bolhas de ativos, sem dar mais detalhes. Isso pareceu dar força a notícias de que reguladores estariam se preparando para restringir as compras de ações do setor de gestão de fundos para clientes individuais.

No restante do continente, os mercados chegaram perto da máxima de um ano, enquanto o iene recuou após o governo japonês anunciar um pacote de estímulo econômico maior do que o esperado.

Às 7:46 o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,15 por cento. O índice japonês Nikkei terminou com alta de 1,72 por cento, liderando os ganhos na região.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,72 por cento, a 16.664 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,40 por cento, a 22.218 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,94 por cento, a 2.991 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,57 por cento, a 3.218 pontos.   Continuação...