Grupo Pão de Açúcar tem prejuízo de R$583 mi no 2º trimestre

quinta-feira, 28 de julho de 2016 09:13 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Grupo Pão de Açúcar teve prejuízo de 583 milhões de reais no segundo trimestre, ampliando resultado negativo de 13 milhões de reais registrado para o mesmo período do ano passado, informou a maior rede de varejo do país nesta quinta-feira.

O resultado atribuível aos acionistas controladores foi de prejuízo de 276 milhões de reais, revertendo lucro de 66 milhões no segundo trimestre de 2015.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) caiu 59 por cento frente ao segundo trimestre de 2015, para 279 milhões reais. Em termos ajustados, a geração de caixa recuou 1 por cento, a 760 milhões de reais.

O GPA havia divulgado mais cedo neste mês receita líquida consolidada de 16,7 bilhões de reais no segundo trimestre, alta de 5 por cento na comparação anual, bem como alta de 3,2 por cento na receita líquida no conceito "mesmas lojas".

Na véspera, a empresa do grupo focada em móveis e eletrodomésticos, Via Varejo, divulgou aumento no prejuízo do período para 89 milhões de reais.

O GPA terminou o semestre com 137 mil funcionários no país, distribuídos entre as bandeiras Pão de Açúcar, Extra, Assaí, Ponto Frio e Casas Bahia. No final de março, a força de trabalho da empresa era de 139 mil pessoas. Um ano antes o número era de 151 mil.

No segundo trimestre, o grupo fechou 22 lojas e abriu 9. Dos fechamentos, a maior parte, 17, ocorreu na área alimentar. Com isso, a empresa encerrou o primeiro semestre com uma base de 2.113 lojas ante 2.182 no mesmo período do ano passado.

Apesar dos fechamentos, as despesas gerais e administrativas do grupo subiram 15,6 por cento sobre o segundo trimestre do ano passado enquanto as despesas com vendas tiveram alta de 11,3 por cento na mesma comparação.

(Por Alberto Alerigi Jr.)