Executivos do Bradesco aceitaram participar de esquema de fraude no Carf, diz procurador

quinta-feira, 28 de julho de 2016 15:45 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O Ministério Público Federal do Distrito Federal denunciou o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, e mais três diretores do banco em mais uma ação no âmbito da Operação Zelotes, que apura irregularidades junto ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

O caso envolve acusação de que o banco agiu para tentar se livrar de cobrança tributária de cerca de 3 bilhões de reais.

"O banco foi abordado e aceitou participar do esquema criminoso", disse o procurador da República Frederico Paiva, responsável pelas investigações.

(Por Leonardo Goy)