Confiança da indústria do Brasil vai em julho ao maior nível desde novembro de 2014, aponta FGV

sexta-feira, 29 de julho de 2016 08:33 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice de Confiança da Indústria (ICI) do Brasil avançou em julho pela quinta vez seguida e foi ao maior patamar desde novembro de 2014 com a melhora tanto das expectativas quanto da visão sobre a situação atual, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta sexta-feira.

Após alta de 3,7 pontos, o ICI alcançou 87,1 pontos. O resultado derivou da alta de 4,0 pontos Índice da Situação Atual (ISA), para 85,2 pontos, e do avanço de 3,3 pontos do Índice de Expectativas (IE), para 89,0 pontos.

"A boa notícia de julho foi a alta mais expressiva do indicador de satisfação com a situação presente dos negócios, dando mais consistência à tendência de recuperação da confiança da indústria", destacou em nota o superintendente adjunto para ciclos econômicos da FGV/IBRE, Aloisio Campelo Jr.

"Apesar das incertezas ainda presentes no ambiente político e econômico, o resultado consolida a percepção de melhora gradual do ambiente dos negócios no setor", completou

Ainda segundo a FGV, houve avanço de 0,4 ponto percentual no Nível de Utilização da Capacidade Instalada, para 74,3 por cento em julho na comparação com o mês anterior.

Em maio, a produção industrial do Brasil ficou estagnada, interrompendo dois meses seguidos de alta diante da debilidade econômica. A retomada da confiança é considerada essencial para que a atividade se recupere e o país volte a atrair investimentos.

(Por Camila Moreira)