Aneel discute mais lotes e revisão de receita para leilão de linhas de energia

sexta-feira, 29 de julho de 2016 12:37 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) poderá incluir mais três lotes de empreendimentos na lista de concessões a serem oferecidas a investidores em um leilão de linhas de transmissão agendado para 2 de setembro, além de rever a receita máxima dos projetos.

Segundo pauta divulgada nesta sexta-feira, a próxima reunião de diretoria do regulador, na próxima terça, discutirá a republicação do edital do leilão para contemplar essas mudanças.

A revisão das receitas será necessária em função de novas condições de financiamento aos vencedores do leilão anunciadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) nesta semana.

O banco de fomento informou que financiará até 50 por cento dos empreendimentos licitados pela Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), mas poderá ampliar o empréstimo para até 70 por cento, com o restante dos recursos a custo de mercado. O prazo de amortização será de até 14 anos.

No último leilão de linhas de transmissão, em abril, o BNDES anunciou financiamento de até 70 por cento dos projetos, que poderia ser ampliada para até 80 por cento, desde que com custo maior para os recursos extras.

(Por Luciano Costa)