Alphabet e Amazon coroam trimestre de fortes resultados para empresas de tecnologia

sexta-feira, 29 de julho de 2016 13:09 BRT
 

(Reuters) - A controladora do Google, Alphabet, e a gigante do varejo online Amazon.com coroaram um trimestre de fortes resultados para as cinco maiores empresas de tecnologia dos Estados Unidos, apoiadas em domínio sobre mercados importantes.

Apple, Microsoft e Facebook, além de Alphabet e Amazon, superaram as expectativas de Wall Street para os resultados do trimestre passado tanto em lucro quanto em receita.

"Os resultados são uma indicação de que as líderes em suas áreas específicas estão conquistando participações de mercado e se firmaram como um microcosmo da Internet como um todo", afirmou o analista da Benchmark Company, à Reuters, Daniel Kurnos.

As ações classe A da Alphabet subiam nesta sexta-feira, ampliando o valor de mercado da companhia em cerca de 23 bilhões de dólares, para cerca de 542 bilhões. Já o avanço dos papéis da Amazon elevava o valor de mercado da empresa em 6 bilhões de dólares, para cerca de 361 bilhões.

Juntas, as cinco empresas ampliariam em 346 bilhões de dólares ao seu valor de mercado, praticamente o valor do PIB do Egito, se as ações fossem negociadas pela média de preços-alvo estimados por analistas.

A Alphabet, que compete com todas as quatro companhias em publicidade, computação em nuvem e sistemas operacionais, mostrou que os esforços de guiar seus negócios com propaganda digital para o mundo dos celulares estão sendo recompensados, o que acalmou receios de que os melhores dias da empresa estejam para trás.

"Quantas companhias com quase 100 bilhões de dólares em receita estão acelerando taxas de crescimento para o nível mais forte dos últimos anos?", questionou o analista da Macquarie, em relatório, Ben Schachter.

A receita de publicidade dos negócios do Google, que representa 89 por cento do faturamento total, saltou 19,5 por cento, para 19,14 bilhões de dólares no último trimestre.

Enquanto o Google controla quase um terço do mercado de publicidade digital global, avaliado em 187 bilhões de dólares, a participação do Facebook subiu para 12 por cento até agora neste ano, ante 8,6 por cento em 2014, segundo a empresa de pesquisa de mercado eMarketer.   Continuação...