Energisa prevê investir R$1,3 bi em 2016 para ter "voo de cruzeiro" em 2017, diz CEO

sexta-feira, 29 de julho de 2016 18:11 BRT
 

Por Luciano Costa

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica Energia, que controla 13 distribuidoras de energia no Brasil, prevê investir cerca de 1,3 bilhão de reais neste ano para melhorar a qualidade do serviço e aumentar a rentabilidade de suas concessionárias, parte delas adquirida junto ao combalido Grupo Rede, afirmou o presidente da holding à Reuters nesta sexta-feira.

A empresa acaba de captar 1,365 bilhão de reais em uma oferta de Units, que compreendem ações ordinárias e preferenciais da holding. O valor deve alcançar até 1,535 bilhão com o lote suplementar, que deverá ser liquidado até 31 de agosto.

Os recursos captados ajudarão a reduzir dívidas e reforçar o caixa enquanto a companhia lida com a recuperação das empresas que eram do Rede, que sofriam com falta de investimentos e precisam se adequar a exigências técnicas e financeiras da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o que deve ser realizado até 2017.

"Até ano que vem ainda tem coisa pra fazer, para tirar o atraso. Depois você entra num voo de cruzeiro", afirmou o CEO Mauricio Botelho em entrevista por telefone.

No primeiro trimestre, os investimentos da Energisa somaram 303 milhões de reais.

Ele disse que a compra do Grupo Rede foi "um salto extraordinário" para o grupo e que o negócio está andando bem e deverá gerar bons resultados para a companhia.

"O negócio de distribuição, com escala, você aumenta a sinergia. Estamos esperando benefícios desse crescimento", afirmou Botelho.

  Continuação...