China diz que taxas antidumping da UE são proteção injustificável

sábado, 30 de julho de 2016 11:55 BRT
 

XANGAI (Reuters) - A imposição pela Comissão Europeia de pesadas taxas antidumping sobre barras de aço produzidas na China é uma "proteção injustificável da indústria de aço da UE", disse o Ministério do Comércio chinês, de acordo com a agência de notícias oficial Xinhua.

O Ministério do Comércio da China expressou descontentamento com o fato de que a medida tenha sido anunciada poucas semanas após um encontro dos países do Grupo G20 em Chengdu, na China, onde os ministros das Finanças haviam se comprometido a evitar o protecionismo.

A indústria siderúrgica chinesa, prejudicada pela supercapacidade de produção mas ainda uma grande geradora de empregos, tem tido dificuldade para cumprir metas de redução da capacidade operacional. Os preços em ascensão para o aço também tem encorajado uma maior produção para exportação.

As exportações mensais de aço chinesas subiram em junho a seu segundo maior patamar histórico, com a venda de 10,94 milhões de toneladas, mostram os dados.

As siderúrgicas chinesas continuam a despachar cada vez mais seus produtos para outros países mesmo diante das acusações de dumping feitas sobretudo pelos Estados Unidos e a Europa.

(Reportagem de Pete Sweeney)