Chinesa Didi vai comprar negócios do Uber na China em acordo de US$35 bi

segunda-feira, 1 de agosto de 2016 10:07 BRT
 

(Reuters) - A empresa de transporte urbano Didi Chuxing anunciou nesta segunda-feira que vai comprar as operações do Uber na China, em um acordo que dará à companhia norte-americana participação na nova empresa e encerrar competição ferrenha entre as duas.

O acordo é avaliado em 35 bilhões de dólares, segundo uma fonte próxima do assunto, e vai combinar a Didi, que tem valor de mercado de 28 bilhões de dólares, com o Uber na China, avaliado em 7 bilhões de dólares.

A Didi confirmou o acordo em seu microblog oficial, sem informar valores, acrescentando que o Uber continuará a operar de maneira independente. "A cooperação com o Uber dará à indústria de viagem por dispositivos móveis uma ordem mais saudável e um período de maior desenvolvimento", afirmou a companhia chinesa.

O presidente-executivo do Uber, Travis Kalanick, vai se juntar ao conselho de administração da Didi, enquanto o chefe da Didi Chuxing vai ingressar no colegiado da parceira.

Em comunicado interno, Kalanick afirmou que o Uber opera em mais de 60 cidades na China e realiza mais de 150 milhões de corridas por mês.