Índice acionário europeu cai com perdas dos bancos lideradas pelo UniCredit, após teste de estresse

segunda-feira, 1 de agosto de 2016 14:21 BRT
 

MILÃO (Reuters) - Os mercados acionários europeus recuaram nesta segunda-feira, pressionados pelos bancos, como o UniCredit e o Raiffesen, que tiveram desempenho ruim nos testes de estresse na Europa.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 fechou com queda de 0,61 por cento, a 1.339 pontos. O índice pan-europeu STOXX 600 caiu 0,59 por cento, a 339 pontos.

As ações do banco austríaco Raiffeisen, que ficou entre os quatro piores desempenhos no teste de estresse, ao lado do Monte dei Paschi, do Banco Popular e do UniCredit, caíram 5 por cento.

O UniCredit despencou 9,4 por cento, conforme o resultado ruim no teste destacou a necessidade do maior banco italiano em ativos de reforçar seu capital, enquanto o Banco Popular também teve perdas, caindo 5,9 por cento.

O índice de recursos básicos do STOXX 600, que inclui ações de mineradoras, subiu 0,2 por cento, com

dados de crescimento industrial lento da China, maior consumidor de metais do mundo, aumentando as esperanças de mais estímulo econômico.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,45 por cento, a 6.693 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,07 por cento, a 10.330 pontos.   Continuação...