2 de Agosto de 2016 / às 10:29 / em um ano

Kuroda, do Banco do Japão, diz que revisão de política monetária não levará a enfraquecimentos de estímulos

TÓQUIO (Reuters) - O presidente do Banco do Japão, Haruhiko Kuroda, disse nesta terça-feira que a revisão planejada do banco central de sua política monetária no mês que vem não vai levar ao enfraquecimento de seus estímulos.

Presidente do Banco do Japão, Haruhiko Kuroda. 29/07/2016 REUTERS/Kim Kyung-Hoon

“Eu não acho que isso aconteceria”, disse Kuroda quando questionado se a prometida revisão poderia levar ao encolhimento dos estímulos do banco central.

Kuroda não comentou sobre movimentos diários do mercado após os rendimentos dos títulos avançarem em meio a especulações de que a revisão poderia moderar o forte estímulo do banco central, no qual ele compra dívida emitida pelo governo.

O presidente do BC falou após se reunir com o ministro das Finanças, Taro Aso, e discutir a aprovação pelo Gabinete do primeiro-ministro Shinzo Abe de 13,5 trilhões de ienes (132 bilhões de dólares) em medidas fiscais em um pacote de estímulo com o objetivo de recuperar o crescimento da terceira maior economia do mundo.

Por Tetsushi Kajimoto

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below