Itaú Unibanco tem queda de 9% no lucro recorrente do 2º tri, propõe bonificação

terça-feira, 2 de agosto de 2016 08:54 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Itaú Unibanco encerrou o segundo trimestre com queda de cerca de 9 por cento no lucro líquido recorrente sobre o mesmo período do ano passado, para 5,575 bilhões de reais, e anunciou proposta de pagamento de bonificação aos acionistas a ser feito via aumento de capital de 12 bilhões de reais.

O banco ainda cortou projeções de desempenho para este ano. A estimativa para o crescimento da carteira de crédito total foi reduzida para o intervalo de queda de 10,5 a 5,5 por cento ante projeção anterior de recuo de 0,5 a crescimento de 4,5 por cento.

O corte ocorreu na sequência de ação semelhante tomada pelo rival Bradesco, que reduziu sua expectativa para o desempenho da carteira para a faixa de queda de 4 por cento a estabilidade sobre 2015.

Ao final do primeiro semestre, a carteira de crédito total, com avais, fianças e títulos privados do Itaú Unibanco encolheu 5,4 por cento, a 608,6 bilhões de reais.

Além do corte da projeção de financiamentos neste ano, o Itaú Unibanco reduziu a expectativa para o crescimento das receitas com serviços e resultado de seguros, que caiu para 4 a 7 por cento ante estimativa de alta de 6 a 9 por cento.

No segundo trimestre, as receitas com prestação de serviços somaram 7,816 bilhões de reais, uma expansão de 10 por cento sobre o mesmo período do ano passado e crescimento de 6,6 por cento sobre os três primeiros meses de 2016.

O Itaú Unibanco também reviu a projeção de margem financeira com clientes para a faixa de 2,5 por cento negativos a 0,5 por cento ante estimativa inicial para este ano de 2 a 5 por cento.

Enquanto isso, a expectativa de despesa líquida com provisões para perdas empréstimos neste ano avançou, passando ao intervalo de 23 bilhões a 26 bilhões de reais ante intervalo previsto anteriormente de 22 bilhões a 25 bilhões de reais.

O maior banco privado do país afirmou que a provisão líquida do segundo trimestre foi 5,365 bilhões de reais, uma queda de 23 por cento sobre o período de janeiro a março deste ano, mas uma alta de 16,5 por cento sobre o resultado do segundo trimestre de 2015.   Continuação...

 
Homem em frente agência do Itaú Unibanco em São Paulo.    05/05/2015       REUTERS/Nacho Doce/File Photo