Mosaic diz que pior fase do mercado de fertilizantes já passou

terça-feira, 2 de agosto de 2016 12:09 BRT
 

(Reuters) - A empresa norte-americana de fertilizantes Mosaic teve um lucro ajustado abaixo do esperado devido à persistente fraqueza dos preços do fosfato e do potássio, mas a companhia uniu-se ao discurso da maior rival, a Potash Corp of Saskatchewan, ao dizer que o pior parece já ter passado.

As ações da Mosaic subiam cerca de 3 por cento na sessão desta terça-feira.

A Mosaic, maior produtora global de fertilizantes finalizados de fosfato, disse esperar que o volume e os preços de fosfato e potássio subam no atual trimestre ante o segundo trimestre do ano.

A companhia também disse que irá reduzir seus investimentos em 2016 e cortar outras despesas para preservar o caixa.

"Embora o ambiente continue desafiador, nós vemos sinais de estabilização no segundo semestre, com os preços dos fertilizantes tendo atingido um piso e com uma demanda sólida por nossos produtos", disse o presidente-executivo Joc O'Rourke.

Os lucros de produtores de fertilizantes têm caído devido a um recuo nos preços provocado em parte por moedas mais fracas em países importadores, como o Brasil, e por excesso de oferta.

Na semana passada, a Potash Corp reduziu, pela segunda vez no ano, sua previsão para o lucro anual e para dividendos.

O diretor financeiro da Mosaic, Rich Mack, disse que a companhia continua analisando oportunidades de crescimento durante a parte baixa do ciclo.

Reportagem da Reuters em junho disse que a companhia está em tratativas para comprar a unidade fertilizantes da Vale, com o objetivo de ampliar o crescimento na América do Sul e na África.

Excluindo alguns itens, o lucro da companhia foi de 6 centavos de dólar por ação, ante uma expectativa média de analistas de 12 centavos, segundo o Thomson Reuters I/B/E/S.

(Por Amrutha Gayathri em Bangalore e Rod Nickel em Winnipeg)