Distribuidoras de energia terão nova chance de reduzir excesso de contratos

terça-feira, 2 de agosto de 2016 17:10 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Distribuidoras de eletricidade terão nova chance para reduzir sobras de energia contratada decorrentes do menor consumo de seus clientes em meio à crise, informou nesta terça-feira a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), depois que um mecanismo criado para mitigar o problema atendeu apenas 2 por cento da demanda em um primeiro momento.

A CCEE disse que uma nova rodada desse mecanismo, o "MCSD de Energia Nova", que negocia reduções de contratos de compra das distribuidoras junto a geradores, deverá ser realizada ainda em agosto, com divulgação dos resultados no dia 25.

A primeira rodada do MCSD, na semana passada, reduziu apenas 130 megawatts médios em contratos, ante cerca de 5,66 gigawatts em sobras declaradas pelas distribuidoras.

As distribuidoras e geradoras interessadas em participar da segunda rodada deverão enviar suas intenções de renegociação de contratos até 15 de agosto. Serão reduzidos contratos para o período entre agosto e dezembro deste ano.

A CCEE disse que a primeira rodada teve declarações de sobras por 41 distribuidoras, das quais 32 conseguiram reduzir contratos.

Dentre os geradores, três agentes solicitaram redução contratual para um total de 18 usinas.

(Por Luciano Costa)