Expansão empresarial na zona do euro avança levemente, liderada pela Alemanha, mostra PMI

quarta-feira, 3 de agosto de 2016 08:24 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A atividade empresarial na zona do euro cresceu um pouco mais do que o previsto no mês passado, com a região aparentando ter, de forma geral, superado a votação britânica no fim de junho para deixar a União Europeia (UE).

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) Composto do Markit para a zona do euro foi de 53,2 em julho, acima da leitura preliminar de 52,9 e do dado de junho, de 53,1. O indicador está acima da marca de 50 que separa retração de expansão desde meados de 2013.

O crescimento no entanto permaneceu fraco e foi liderado por um avanço na Alemanha, que mascarou a manutenção da estagnação da França e o ritmo mais lento na Espanha e na Itália.

"Uma alta bem-vinda nos números finais do PMI indicam um cenário ligeiramente melhor do que a desaceleração indicou nas leituras preliminares e é especialmente encorajador por sugerir que a região viu pouco contágio da votação do 'Brexit'", disse o economista-chefe do Markit, Chris Williamson.

O PMI de serviços subiu para 52,9 em julho após 52,8 em junho e leitura preliminar de 52,7.

(Por Jonathan Cable)

 
Estátua do logo do euro vista na ex-sede do Banco Central Europeu em Frankfurt.    20/01/2015        REUTERS/Kai Pfaffenbach/Files