Padilha: governo não abre mão do compromisso de reduzir gastos e do limite do teto dos Estados

quinta-feira, 4 de agosto de 2016 12:10 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou nesta quinta-feira que o crescimento das despesas será rigorosamente observado e garantiu que não há nenhuma flexibilização com teto de gastos.

"Nós teremos o crescimento das despesas rigorosamente observando o que foi a inflação do ano anterior. Não há flexibilização nenhuma, nem para o governo federal, nem para os Estados", disse o ministro a jornalistas.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

 
Ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, dá entrevista coletiva no Palácio do Planalto, em Brasília
07/07/2016 REUTERS/Ueslei Marcelino