Duke Energy mira acordo para venda ativos fora dos EUA até o fim do ano

quinta-feira, 4 de agosto de 2016 18:51 BRT
 

(Reuters) - A Duke Energy reportou um lucro trimestral acima do esperado, ajudada pela força em seus negócios de energia no mercado regulado, e disse que estava trabalhando com investidores selecionados para vender seus ativos internacionais.

A companhia disse que planeja focar em seus mercados de energia regulada nos Estados Unidos para atrair mais ganhos estáveis e crescimento no fluxo de caixa.

A maior companhia de energia dos Estados Unidos em capacidade de geração disse em fevereiro que estava estudando vender seus ativos internacionais --que são todos na América Latina-- um ano após ter decidido mantê-los.

"Nós entramos na devida diligência mais detalhada com um número selecionado de licitantes e o processo está progredindo", disse a presidente-executiva, Lynn Good, à Reuters em uma entrevista nesta-quinta-feira.

Good disse que a companhia têm como meta um anúncio sobre a venda até o fim do ano.

Os negócios internacionais da Duke foram impactados por uma fraca moeda brasileira e fraca economia, bem como condições de seca que afetaram o capacidade de geração de energia da companhia no país.

(Por Amrutha Gayathri)