Produtores relutam em vender café abaixo de R$500 a R$510 por saca, diz Cooxupé

segunda-feira, 8 de agosto de 2016 10:01 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Produtores de café da Cooxupé, principal cooperativa cafeeira do Brasil, têm relutado em vender o produto abaixo do nível de 500 a 510 reais por saca, mas o ritmo de comercialização é "normal", avaliou nesta segunda-feira o presidente da entidade, Carlos Paulino da Costa, nos bastidores de um evento em São Paulo.

Segundo ele, uma avaliação sobre perdas na safra 2016 só será feita ao final da colheita, mas o viés é de baixa, em função de perdas com a seca persistente e com algumas chuvas pontuais que derrubaram grãos.

(Por Gustavo Bonato)