Discussão sobre reforma da previdência de seguir ajudando BB Seguridade, diz CFO

segunda-feira, 8 de agosto de 2016 12:02 BRT
 

Por Aluisio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - As discussões no país sobre reforma da Previdência ajudaram no resultado da BB Seguridade no segundo trimestre e devem continuar apoiado o desempenho da empresa nos próximos períodos, disse nesta segunda-feira o diretor financeiro e de Relações com Investidores da companhia, Werner Suffert.

O segmento de previdência da BB Seguridade teve uma captação líquida de 9,6 bilhões de reais de abril a junho, um salto de 30,7 por cento sobre um ano antes.

"A discussão sobre reforma da previdência influenciou e, acreditamos, vai continuar influenciando na nossa captação no segundo semestre e em 2017”, disse Suffert à Reuters.

As informações de que o governo federal pretende fazer uma reforma do sistema previdenciário do país, incluindo elevação de idade mínima para aposentadoria, elevou a demanda por produtos privados de previdência no período, disse o executivo.

A BB Seguridade anunciou nesta manhã que teve lucro líquido de 1,09 bilhão de reais no trimestre, queda de cerca de 11 por cento sobre um ano antes.

A queda no lucro, disse Suffert, refletiu em parte o pagamento de maiores alíquotas de impostos e tributos e desaceleração em negócios como capitalização e seguro prestamista.

"Esses segmentos foram atingidos pelo desempenho mais fraco em pequenas e médias empresas, que estão acusando mais fortemente a fraqueza da economia”, disse.

As ações da empresa exibiam queda de 2 por cento às 11:55, enquanto o Ibovespa tinha alta de 0,16 por cento.

(Por Aluísio Alves)