Adida agrícola dos EUA vê janela de exportação de milho para Brasil de setembro a novembro

terça-feira, 9 de agosto de 2016 16:33 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A adida agrícola dos Estados Unidos em Brasília, Laura Geller, estima que seu país terá uma janela entre setembro e novembro para exportar milho para o Brasil, segundo relatório divulgado nesta terça-feira.

O documento relata as intenções do Ministério da Agricultura do Brasil em liberar a entrada de variedades de milho transgênico cultivadas nos EUA, com o objetivo de esfriar as elevadas cotações do cereal no mercado interno brasileiro.

A adida agrícola comenta que a reunião da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) que vai avaliar a liberação está marcada para 1º de setembro e que há "muita pressão política que isso aconteça".

"Se eles aprovarem a medida, isso deixaria uma janela de importações dos Estados Unidos entre setembro e novembro", destacou.

O Brasil já liberou, meses atrás, a importação de uma cota de 1 milhão de toneladas de milho de fora do Mercosul livre de tarifas, de olho em compras dos Estados Unidos, mas a concretização dos negócios vem esbarrando em diferenças entre as variedades cultivadas no território norte-americano e as autorizadas a circular no mercado brasileiro.

Veja o relatório completo: bit.ly/2aXrqmy

(Por Gustavo Bonato)