Bolsas da china recuam pressionadas por setor imobiliário; índice regional atinge máxima em um ano

quarta-feira, 10 de agosto de 2016 07:49 BRT
 

XANGAI/TÓQUIO (Reuters) - As bolsas chinesas fecharam com perdas nesta quarta-feira, com as ações do setor imobiliário em queda conforme os investidores realizaram lucros após seis dias de ganhos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve queda de 0,42 por cento, enquanto o índice de Xangai perdeu 0,21 por cento.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, atingiu a máxima em um ano, enquanto o dólar e os rendimentos dos Treasuries caíram após dados fracos de produtividade dos Estados Unidos.

O MSCI ganhava 0,47 por cento às 7:18, tendo atingido a máxima desde agosto de 2015. O índice japonês Nikkei, porém, perdeu 0,18 por cento devido a um iene mais forte.

O índice de Taiwan atingiu a máxima de fechamento em 13 meses.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,18 por cento, a 16.735 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,12 por cento, a 22.492 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,21 por cento, a 3.019 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,42 por cento, a 3.243 pontos.   Continuação...