Trigo argentino 16/17 tem bom desenvolvimento graças a investimentos, diz bolsa

quinta-feira, 11 de agosto de 2016 18:01 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - O trigo da safra 2016/17 da Argentina, cuja área totaliza 4,61 milhões de hectares, está se desenvolvendo favoravelmente na principal zona agrícola do país graças aos altos investimentos realizados na fertilização, informou nesta quinta-feira a Bolsa de Comércio de Rosário.

A Argentina é um importante produtor mundial de trigo e a eliminação dos impostos e limites às exportações do cereal (e do milho) pelo presidente Maurico Macri, após assumir o cargo em dezembro, impulsionou os investimentos no cultivo. O país também é o principal fornecedor do Brasil.

Na última campanha, quando o comércio internacional do grão ainda era regulado pelo Estado argentino, a produção de trigo registrou baixos níveis de qualidade devido à escassa aplicação de insumos, de acordo com a bolsa.

"Com fortes investimentos na fertilização, o trigo de semeadura precoce se desenvolveu sem limitações", disse a bolsa em seu relatório semanal de cultivos da zona agrícola principal, composta pelo norte da província de Buenos Aires e o sul das províncias de Córdoba e Santa Fé.

"As qualificações sobem: 30 por cento estão em condições excelentes e 43 por cento em ótimas condições", acrescentou.

(Por Maximilian Heath)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))

    REUTERS LM RS