Estácio Participações tem prejuízo de R$19,9 mi no 2º tri após ajuste contábil

sexta-feira, 12 de agosto de 2016 08:00 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Estácio Participações encerrou o segundo trimestre com prejuízo líquido de 19,9 milhões de reais, em resultado influenciado por ajuste contábil, frente a lucro líquido de 133,3 milhões de reais no mesmo período do ano anterior, informou nesta sexta-feira.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da companhia ficou em 43,6 milhões de reais, queda de 74 por cento na comparação anual.

A companhia realizou ajustes contábeis nos números "após a identificação de transações consideradas não compatíveis com os padrões e políticas da companhia", informou no balanço trimestral. Os erros nas demonstrações financeiras também levaram a ajustes nos resultados de 2014, 2015 e do primeiro trimestre.

No segundo trimestre deste ano, desconsiderando os lançamentos contábeis, a companhia apresentou lucro líquido ajustado de 79,1 milhões de reais e Ebitda de 149,4 milhões de reais.

Do lado operacional, a Estácio encerrou o trimestre com 544,3 mil alunos, alta de 8,5 por cento sobre o fim do segundo trimestre do ano anterior. A base do ensino presencial subiu 5 por cento e a do ensino a distância avançou 11,2 por cento.

A companhia desligou 14,7 mil alunos com baixa ou nenhuma expectativa de realização em linha com novas diretrizes para tratamento da base de alunos.

A base de alunos Fies ficou em 125,6 mil, ou 37 por cento da base de graduação presencial da Estácio, contra 146,1 mil ao fim do segundo trimestre do ano passado, ou 44,9 por cento da base de graduação presencial.

A receita operacional líquida ficou em 835,3 milhões de reais, avanço anual de 7,2 por cento.

As despesas gerais e administrativas somaram 145,9 milhões de reais, aumento anual de 37 por cento.

(Por Priscila Jordão)