Produção de açúcar do centro-sul supera 3 mi t e atinge maior volume em quase 3 anos

segunda-feira, 15 de agosto de 2016 11:47 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A produção de açúcar no centro-sul do Brasil somou 3,1 milhões de toneladas na segunda quinzena de julho, atingindo um dos maiores níveis quinzenais da história, com o tempo seco favorecendo a moagem e usinas destinando maiores volumes de cana para a produção do adoçante, informou nesta segunda-feira a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

O volume produzido avançou mais de 10 por cento ante o mesmo período do ano passado, registrando também crescimento semelhante ante a quinzena anterior.

A produção de açúcar na principal região do maior produtor do adoçante do mundo foi a maior desde a segunda quinzena de agosto de 2013, com o tempo seco permitindo a manutenção do ritmo acelerado da colheita das últimas semanas.

Tendo em vista que não choveu também na primeira quinzena de agosto, o próximo relatório da Unica deverá mostrar mais uma vez um grande volume de produção pelas usinas do centro-sul.

A produção de açúcar no último período ficou em linha com expectativas do mercado, de 3,11 milhão de toneladas. Apesar do grande volume produzido, o açúcar bruto em Nova York opera em leve alta nesta segunda-feira.

Usinas têm produzido açúcar no máximo de sua capacidade instalada, buscando rentabilizar as boas cotações do produto e para cumprir contratos de venda fechados anteriormente, em bons patamares de preços.

Na segunda metade de julho, 48,1 por cento da cana colhida foi destinada ao açúcar, ante 44 por cento 12 meses antes.

No acumulado da safra 2016/17, a produção de açúcar do centro-sul acumula 16,9 milhões de toneladas, alta de 26 por cento ante o mesmo período da safra 2015/16.

A moagem de cana atingiu 49,09 milhões de toneladas na segunda metade do mês passado, ante 46,74 milhões na primeira parte do mês.   Continuação...