Bolsas dos EUA fecham em máximas recordes

segunda-feira, 15 de agosto de 2016 18:21 BRT
 

(Reuters) - Os três principais índices acionários norte-americanos encerraram em máximas históricas nesta segunda-feira, ampliando sua escalada recorde das últimas semanas, com a fraqueza do dólar impulsionando as ações relacionadas a commodities.

Notícias de acordos também impulsionaram as bolsas. As ações da Xylem subiram 3,9 por cento para 50,32 dólares após a empresa de tecnologias aquáticas dizer que compraria a Sensus USA por cerca de 1,7 bilhão de dólares em dinheiro.

O índice Dow Jones subiu 0,32 por cento, a 18.636 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,28 por cento, a 2.190 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,56 por cento, a 5.262 pontos.

O petróleo subiu para máximas de cinco semanas, levando o índice de energia do S&P 500 a subir 0,6 por cento, enquanto outras ações relacionadas a commodities também subiram com a queda do dólar. O índice de matérias-primas do S&P 500 avançou 1 por cento.

Enquanto as expectativas de que o Federal Reserve continue a manter as taxas baixas têm ajudado a alimentar a subida do mercado, alguns analistas dizem que um cenário de lucros melhor que o esperado pode impulsionar ainda mais os ganhos de ações.

(Por Caroline Valetkevitch; reportagem adicional por Yashaswini Swamynathan)