Petrobras instala equipamentos para elevar produção em poços da P-57 e P-58

quarta-feira, 17 de agosto de 2016 18:23 BRT
 

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras vai elevar em 50 por cento a produção em cinco poços conectados a importantes plataformas P-57 e P-58, ambas em operação no Parque das Baleias, na parcela capixaba da Bacia de Campos, após a instalação de equipamentos no segundo semestre, informou a companhia em uma nota enviada à Reuters.

A medida ocorre enquanto a empresa busca reduzir custos e ampliar a produção, diante de uma das piores dívidas acumuladas por uma petroleira no mundo.

A estatal não detalhou exatamente quais os poços que sofrerão as intervenções nem o volume que pretende produzir adicionalmente. Entretanto, as duas unidades de produção estão entre as maiores produtoras do Brasil.

A plataforma P-58, segunda maior produtora do país, produziu em junho uma média de 12.026 barris de petróleo por dia (bpd) por poço, ou um total de 132.285 bpd, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Já a P-57 é a décima primeira maior produtora do país e produziu em junho média de 4.441 bpd por poço, ou um total de 75.502 bpd.

O aumento da extração das unidades de produção será por meio da instalação de novos sistemas de elevação artificial em poços, que também permitem realizar eventual manutenção ou substituição de bomba com impacto mínimo na produção, segundo a Petrobras.

Cada sistema é composto por um equipamento alojador (skid), desenvolvimento tecnológico da Petrobras, e por uma bomba centrífuga (BCSS) fabricada pela FMC Technologies. O método irá substituir a tecnologia "gas-lift", largamente utilizada na indústria de petróleo, que consiste na injeção de gás natural na coluna de produção.

"Com a implantação dos módulos skid e BCSS (S-BCSS), a Petrobras espera reduzir em mais de 30 por cento os custos de elevação artificial do petróleo produzido nos poços que utilizarão esse sistema. Os cinco poços, todos do pós-sal, estão interligados às plataformas P-57 e P-58", disse a empresa.   Continuação...