Monsanto dá acesso limitado à Bayer a seus livros

quinta-feira, 18 de agosto de 2016 14:39 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - A companhia norte-americana de sementes Monsanto concedeu à possível compradora alemã Bayer acesso limitado a seus livros e registros após recusar sua oferta de aquisição de 64 bilhões de dólares no último mês, disseram à Reuters duas fontes familiarizadas com situação.

As partes ainda não assinaram um acordo de confidencialidade, o que permitiria à Bayer ter acesso amplo aos dados da empresa (due diligence), mas a Monsanto está dando à companhia partes limitadas de informação, disseram as fontes.

Eles disseram que a Bayer não manifestou desejo de colocar o acordo em risco ao fazer uma oferta hostil, embora as negociações tenham sido difíceis. As fontes pediram anonimato porque não foram autorizadas a falar sobre o assunto.

A Bayer se recusou a comentar sobre o desenvolvimento.

A Monsanto segue em conversas com a Bayer e outras partes sobre potenciais transações estratégicas, disse o presidente-executivo Hugh Grant a investidores reunidos durante um evento de dois dias em St. Louis na quarta-feira. Ele disse que a companhia não comentaria mais sobre fusões e aquisições e sobre as discussões com a Bayer durante o evento.

A indústria de sementes e agroquímica, há muito dominada por poucas grandes companhias, foi sacudida por alguns grandes negócios no ano passado, uma vez que os baixos preços das safras e a contenção de gastos por produtores pressionaram os resultados.

(Por Georgina Prodhan; reportagem adicional por Karl Plume)