Bom resultado de leilão de energia do Chile pode ajudar economia, diz ministro

quinta-feira, 18 de agosto de 2016 17:22 BRT
 

SANTIAGO (Reuters) - A economia do Chile pode ter um impulso adicional após um grande leilão para contratação de energia realizado nesta semana pelo país, que pode resultar em menores preços da eletricidade para a cadeia produtiva, disse o ministro das Finanças, Rodrigo Valdes, nesta quinta-feira.

O crescimento potencial das exportações de cobre pode ser ampliado em até 2,5 por cento, ou 6 bilhões de dólares ao ano, disse ele.

Os lances vencedores mega leilão, realizado na quarta-feira para atender cerca de um terço da necessidade de energia do país a partir de 2020, ficaram bem abaixo dos registrados em certames anteriores.

A baixa nos preços foi guiada principalmente por agressivas ofertas de empresas europeias de energia renovável, como a italiana Enel, por meio de sua subsidiária local Endesa, e as espanholas Acciona, Ibereolica e Cox Energy.

(Por Antonio de la Jara)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7519))

REUTERS LC GB