OMC apoia UE em disputa com Rússia sobre proibição de importações de carne suína

sexta-feira, 19 de agosto de 2016 18:53 BRT
 

GENEBRA/MOSCOU (Reuters) - Um painel da Organização Mundial do Comércio (OMC) apoiou nesta sexta-feira a União Europeia em uma disputa sobre a proibição de importações de suínos e sua carne do bloco pela Rússia que já dura dois anos.

A Rússia impôs a proibição após alguns casos de peste suína africana em algumas áreas da UE em 2014, invocando medidas sanitárias e fitossanitárias permitidas sob as regras da OMC.

Um painel de árbitros descobriu que a Rússia não cumpriu com os padrões internacionais para tal proibição, que foi discriminatória, violando as regras da OMC.

Mas a despeito da decisão da OMC, o comércio de carne suína continua a ser restringido pela proibição de Moscou imposta sob a maioria das importações de alimentos ocidentais em agosto de 2014, após o Ocidente ter adotado sanções devido a seu papel na crise da Ucrânia, disse a UE em comunicado.

Cada parte tem 60 dias para apelar da decisão. As exportações de carne suína da UE para a Rússia somaram 1,4 bilhão de euros em 2013, um quarto das exportações totais da UE naquele momento.

(Por Stephanie Nebehay e Polina Devitt; reportagem adicional por Elena Fabrichnaya)