Ser contrata advogados para combater fusão entre Kroton e Estácio, diz fonte

segunda-feira, 22 de agosto de 2016 19:41 BRT
 

(Reuters) - A Ser Educacional, terceira maior empresa de educação do país, contratou advogados para fazer lobby contra a fusão das duas maiores rivais, segundo fonte com conhecimento do tema.

A empresa contratou advogados do escritório de advocacia Sampaio Ferraz Advogados para tentar impedir a fusão, disse a fonte em condição de anonimato, porque o assunto é particular.

A fonte disse anteriormente à Reuters que a Ser planejava usar todos os meios legais para garantir que a fusão, envolvendo Kroton Educacional e a Estácio Participações, vá de encontro às regras antitruste.

Um porta-voz do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) disse que ainda precisa ser formalmente notificado da fusão.

Em junho, a Ordem dos Advogados do Brasil fez uma queixa contra o acordo, dizendo que a companhia empresa teria muito poder de mercado. Alguns dias após a Estácio aceitou a oferta da Kroton, avaliada em cerca de 5,5 bilhões de reais, rejeitando a oferta da Ser, de 590 milhões de reais e uma troca de ações.

Ser, Kroton e Estácio não retornaram imediatamente os pedidos de comentários. A Sampaio Ferraz Advogados também não retornou um pedido para comentários.

(Por Ana Mano)