Irã sinaliza disposição de participar de ação da Opep para elevar preços do petróleo

terça-feira, 23 de agosto de 2016 12:25 BRT
 

Por Rania El Gamal e Alex Lawler

DUBAI/LONDRES (Reuters) - O Irã tem enviado sinais positivos de que poderá apoiar uma ação conjunta entre países produtores para elevar os preços do petróleo, disseram fontes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e da indústria, o que ajudaria a reanimar um acordo global sobre o congelamento dos níveis de bombeamento.

O Irã, terceiro maior produtor da Opep, tem aumentado sua produção após a suspensão em janeiro de sanções contra seu programa nuclear. Teerã recusou-se a participar de uma tentativa anterior de congelamento de produção liderada pela Opep e por outros produtores como a Rússia. As negociações fracassaram em abril.

Embora o governo do Irã não tenha ainda decidido participar do acordo, Teerã parece estar mais aberta a alcançar um entendimento com outros produtores de petróleo, disseram as fontes.

O ministro de petróleo da Venezuela, Eulogio Del Pino, visitou diversos países produtores na semana passada, incluindo a Arábia Saudita e o Irã, pedindo apoio ao acordo. Apesar da alta deste ano, o petróleo Brent na faixa de 50 dólares por barril é menos da metade dos níveis de meados de 2014.

"O Irã atingirá seu nível de produção pré-sanções logo e depois disso ele poderá cooperar com outros", disse uma fonte familiarizada com o pensamento do governo iraniano, após a visita de Del Pino a Teerã.

"Em geral, o Irã prefere mais ações do lado da Opep ao invés de apenas congelar a produção nos níveis máximos para todos os membros. Se o congelamento ajudar a melhorar os preços do petróleo, o Irã irá ajudar com palavras positivas de apoio", acrescentou.

Membros da Opep deverá se encontrar informalmente na Argélia no mês que vem, em paralelo ao Fórum Internacional de Energia. A Rússia também é esperada no fórum.

O Irã confirmou sua participação no encontro da Opep na Argélia, disse uma fonte da Opep nesta terça-feira.

(Por Rania El Gamal e Alex Lawler)