Demanda por voos domésticos cai pelo 12º mês consecutivo em julho, diz Abear

terça-feira, 23 de agosto de 2016 13:36 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A demanda por voos domésticos caiu 6,49 por cento em julho ante mesmo período de 2015, marcando o décimo segundo mês consecutivo de retração, informou nesta terça-feira a Aassociação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).

A oferta de assentos teve recuo ainda maior, de 7,78 por cento, na mesma base de comparação. Com isso, a lotação das aeronaves ficou em 84,59 por cento, alta de 1,16 ponto percentual.

O fluxo total de passageiros em julho recuou 8,48 por cento na comparação anual, para cerca de 8,1 milhões de viagens, de acordo com o levantamento.

No acumulado do ano, a demanda por voos domésticos caiu 6,63 por cento sobre igual período de 2015, enquanto a oferta teve retração de 6,22 por cento, combinação que fez o aproveitamento das aeronaves de cair 0,35 ponto, para 80,1 por cento.

A Gol foi a líder no mercado de voos domésticos em julho, com 36,87 por cento do total, seguida pela Latam, com 35,61 por cento; Azul (16,46 por cento) e Avianca (11,06 por cento).

Já para viagens internacionais, mercado do qual as companhias citadas têm cerca de um quarto, a demanda recuou 4,26 por cento em julho, ano a ano, na quinta queda mensal seguida. A oferta diminuiu 7,7 por cento na mesma comparação. O aproveitamento dos aviões ficou em 86 por cento, alta de 3,1 pontos percentuais.

O fluxo de passageiros transportados em voos ao exterior acumulou queda de 1,9 de janeiro a julho, enquanto a oferta teve retração de 2,75 por cento e taxa de ocupação cresceu 0,72 ponto, a 81,7 por cento.

Nesse grupo, Latam ficou com 77,9 por cento do mercado, seguida por Gol (12,63 por cento), Azul (9,34 por cento) e Avianca (0,13 por cento).

Na mesma direção, o transporte aéreo de cargas no país teve retração de 4,14 por cento em julho, para 26,7 mil toneladas. Nos sete primeiros meses deste ano, o desempenho dessa atividade acumulou baixa de 9,37 por cento, a 176,1 mil toneladas.

(Por Aluísio Alves)