Gafisa está mais inclinada a abrir capital da Tenda, dizem fontes

terça-feira, 23 de agosto de 2016 19:41 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Gafisa está mais inclinada a fazer uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da unidade Tenda do que buscar um parceiro estratégico, por avaliar que pode obter um valor melhor por sua controlada e acelerar esforços para reduzir dívidas, disseram três fontes a par do plano.

A listagem da Tenda permitiria capitalizar a reorganização de três anos que fez na Tenda, empresa de construção voltada à baixa renda, fazê-la ter retorno sobre patrimônio próximo da rival MRV Engenharia, disseram duas das fontes.

As fontes disseram que uma IPO da Tenda também seria mais eficaz que uma cisão para ajudar a reduzir a razão da dívida sobre capital próprio, próxima de 80 por cento, segundo dados da Thomson Reuters. A Gafisa, que havia consolidado sua dívida líquida de 1,45 bilhões de reais no fim de junho, contratou o Rothschild para assessorá-la em relação a opções para a Tenda.

A Gafisa não comentou de imediato.

O interesse por uma IPO da Tenda, que seria o primeira de uma construtora brasileira desde a Helbor, em abril de 2010, acontece com os investidores vendo sinais de que a crise do setor, que já dura quatro anos, está se aproximando de um fim. O índice que reúne empresas de construção em São Paulo, subiu 45 por cento neste ano, após 3 anos de queda.

Em preços atuais, o valor da Tenda gira em torno de 850 milhões de reais, cerca de 10 por cento a mais que o valor de mercado da Gafisa, segundo analistas.

(Por Tatiana Bautzer e Guillermo Parra-Bernal)

(Edição de)