Ministro saudita diz que ainda não foi discutida ação específica sobre congelamento na Opep

quinta-feira, 25 de agosto de 2016 15:13 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O ministro de Energia da Arábia Saudita, Khalid Al-Falih, não acredita que seja necessária qualquer "intervenção significativa" nos mercados de petróleo no momento, disse ele à Reuters após um discurso nesta quinta-feira.

O país produziu 10,67 milhões de barris por dia de petróleo, a maior quantidade em sua história, em julho, e Al-Falih disse na quinta-feira que a produção se manteve por volta deste nível. Conversas foram marcadas para setembro para discutir um pacto de congelamento na produção global.

Al-Falih disse que até agora não ocorreram discussões específicas sobre um congelamento de produção entre os países da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), embora a oferta mundial continue alta. Ele disse que a demanda está ganhando força bem ao redor do mundo.

(Por Nichola Groom)