Confiança da construção cresce em agosto e atinge maior patamar em mais de um ano, diz FGV

sexta-feira, 26 de agosto de 2016 08:19 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice de Confiança da Construção (ICST) do Brasil subiu pelo segundo mês seguido em agosto, com alta na medição das expectativas e da situação atual, e atingiu o maior patamar em mais de um ano, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta sexta-feira.

O ICST avançou 1,8 ponto na comparação com o mês anterior e atingiu 72,5 pontos, a maior leitura desde julho de 2015. Após a segunda alta seguida, o índice acumula ganho de 5,9 pontos desde a mínima histórica em fevereiro.

O Índice de Expectativas subiu 2,1 pontos em agosto, para 81,4 pontos, enquanto o Índice da Situação Atual avançou 1,5 ponto, chegando a 64,2 pontos.

"A percepção dominante é de que a atividade lentamente começa uma retomada, o que já está se refletindo no indicador de mão de obra prevista. Nos últimos três meses, os empresários passaram a apontar maior intenção de contratar", disse Ana Maria Castelo, Coordenadora de Projetos da Construção da FGV/IBRE, em nota.

A FGV divulgou também que o Índice Nacional de Custos da Construção (INCC-M) registrou alta de 0,26 por cento, após subir 1,09 por cento em julho.

(Por Flavia Bohone)